Posts Tagged ‘ PIXINGUINHA ’

PAULO MOURA – 1932-2010

No dia 06 de março deste ano, o Centro de Referência da Música Carioca homenageou o músico e maestro Paulo Moura, dando seu nome ao palco-auditório do órgão.

Paulo deu uma canja ao lado os músicos Humberto Araújo (ex-aluno), Carlos Malta e Gabriel Gross. O público presenciou um dos mais belos momentos da música instrumental brasileira proporcionado pelo inesquecível mestre e maestro, que faleceu no último dia 12.

1 x 0 (Pixinguinha), Noites Cariocas (Jacob do Bandolin)

Anúncios

RODA DE SAMBA – PEDRA DO SAL

No século XVII, baianos se instalaram no que é hoje o bairro da Saúde no Rio de Janeiro, próximo ao porto, e no entorno da Pedra da Prainha, hoje conhecida como Pedra do Sal.
Os pretos escravos e forros se instalaram na região, então à beira-mar, trazendo sua cultura, criando um núcleo em cujos quintais ocorreram as primeiras festas onde se cantou o samba. Nos degraus esculpidos na rocha aos pés do Morro da Conceição, nos botecos, nos trapiches, encontravam-se Donga, Pixinguinha, João da Baiana, Heitor dos Prazeres, e outros nomes ligados ao surgimento do samba.
Com tanta história, quatro séculos depois o local abençoa mais uma roda-de-samba no Rio de Janeiro, criada, há dois anos, por iniciativa do grupo de samba Batuque na Cozinha.
Entre oito e dez músicos interpretam sambas representativos, dos principais compositores do gênero, com direito a um set de sambas de roda e chulas baianos, como pode ser visto nos vídeos abaixo.

A sonorização que atende apenas aos instrumentos impõe ao público a aproximação da roda, para ouvir as músicas e dançá-las, criando o clima necessário para esse tipo de encontro.
A roda acontece todas as 2as. Feiras, a partir das 19:00 no Largo João da Baiana, aos pés da pedra do Sal. Às 4as. no mesmo horário ocorre a Roda de Samba na Fonte, dedicada a sambas inéditos, como já publiquei aqui e em inglês.

Boneca (chula domínio público)

Acreditar (Dona Ivone Lara) e Senhora Tentação (Silas de Oliveira)